Casar na Igreja…

Está bastante na moda casar num sítio (e se você gosta da ideia, uma ótima notícia: custa MUITO menos!) ou fazer a cerimônia no próprio ambiente da festa, com um juiz de paz ou cerimônia ecumênica.

Como vocês já devem ter percebido, eu sou bastante a favor de cada um(a) fazer da maneira como sempre sonhou – independente do que os outros vão pensar ou comentar (cabe aqui uma marcação sobre bom-senso e respeito ao próximo? rs) – por isso acho que todas as variantes de casamento (tradicionais ou modernosas) são válidas.

Eu sempre quis casar na Igreja. Vestidão. Entrar com meu pai e fazer a minha mãe chorar…hahahaha A família da minha mãe é católica, portanto fui batizada, fiz catequese, cantei na primeira comunhão, dirigi grupo de jovens após a missa. A família do meu pai é espírita, portanto cresci com um pé dentro do centro, curso de médiuns, fiz palestra em eventos de mocidades espíritas e tomei muito passe. Não acho que aqui no Brasil essa mistura seja algo muito diferente – pensando rapidamente, conheço várias famílias heterogêneas…evangélicos, judeus, católicos, espíritas (de todos os tipos!)…na medida do possível, a gente não estranha. Quando eu tentei explicar aos meus amigos italianos (99% deles são ateus, by the way…) como essa mistura geral abaixo do Equador funcionava na prática, eles não sacaram muito bem.

De qualquer forma, pé lá e pé cá nunca mudaram minha opinião. Eu sempre quis casar na Igreja porque eu acho um ritual MUITO bonito. Eu acho lindo meu pai me entregar para o meu marido e nós jurarmos juntos, perante Deus, que vamos nos comprometer a formar uma família decente. Não que eu não acredite que Deus abençoa toda e qualquer união, seja ela celebrada, civil ou feita com pacto de cuspe – na verdade, sou bastante religiosa. Mas vocês pegaram o espírito da coisa. Espero.

Meu namorado é de família extremamente católica. Era obrigado a ir na missa toda semana e tem mais sacramentos que eu tenho de vacinas (sou viciada em vacina, mas deixemos esse detalhe de lado). Resumo da ópera? Ele ODEIA igrejas. Nem sabe direito no que acredita e não gasta muito do seu tempo pensando nisso – especialmente se tiver passando algum campeonato de futebol de um país quer só existe em enciclopédia.

Logo que começamos a namorar (não sei se já contei…mas vocês podem saber como foi AQUI), começamos a falar de casamento. E ele me disse que não se casaria numa igreja de jeito nenhum…Eu lembro de ter dito que não poderíamos ficar juntos então, porque desse sonho eu não abriria mão. E tivemos uma looooooonga conversa, envolvendo até o casamento da Emily e do Ross no Friends e uma frase da Monica a respeito que dizia algo tipo: “nós brincamos de noivas desde pequenas. Mas só tem graça casar com um cara que entenda como esse ritual todo é importante para a gente…”. #friendsxnietzsche

Resumo da ópera: O Gustavo vai fazer a parte toda da igreja por minha causa. hahahahahaha Não, eu não acho ruim porque ele me mostrou por a+b que o amor dele é ainda maior que a raiva do padre…

Era a morte para ele passar a tarde de sábado procurando uma igreja que me agradasse por São Paulo. Mas ele o fez, sem reclamar – quando ele se enchia muito, ficava em silêncio total e absoluto. Quando entramos na Santa Teresinha, eu sabia que nos casaríamos ali. Ele até brincou comigo, me colocou no corredor e pediu para eu andar. E aí me perguntou se eu conseguia me imaginar fazendo isso vestida de noiva.

“Desde que nasci” – pensei, mas não disse nada, só ri (tenho amor à vida..hahaha).

Fomos na secretaria perguntar como se fazia para casar. Esperamos uma fila de casais. Cerca de 1 hora. Gustavo mudo. A mulher deu 4 páginas para a gente e foi explicando os itens: não pode isso, não pode aquilo….custa tanto…

Opa! Custa TANTO assim?

Ai, Jesus…ele vai desistir…ô Santa Teresinha, me ajude.

Sabia que a hora do padre é mais cara que a hora da banda na sua festa de casamento? rs – De cara eu lembrei da minha primeira entrada no salão principal do Vaticano, minha boca aberta ao ver todo aquele ouro e a Juliana e o Salvatore rindo da minha cara. “Ah tá” –  foi tudo o que eu pude pensar (Ai meu Jesus, faça com que o padre que vai celebrar meu casamento não seja blogueiro evitando assim que eu seja excomungada e possa casar lá…).

Agradecemos e saímos, sem fazer pré-reserva. Explico: a igreja marca sua data de mentirinha para que você possa ver se consegue associar a data da igreja à data do buffet. Se conseguir, você vai lá e paga, oficializando a reserva. Mas neurótica que sou, não me aguentei: saí da igreja chorando –  e não era de emoção. O pobre Gustavo não entendeu patavinas. Quando ele me perguntou “o que foi?” pela terceira vez (nas duas primeiras eu respondi “nada”), eu estava aos prantos, soluçando e tudo, dizendo que ele nem tinha feito pré-reserva da data para a gente. Briguei com ele. Briguei sozinha, na verdade…ele estava a ponto de rolar de rir da minha histeria (nossa, quando eu penso nessas coisas, acho que ele é mesmo um anjo….).

Simples e direto como só meu mineirinho sabe ser, ele pegou o telefone, ligou para a moça…e pré-reservou a data.

Voltamos para pagar duas semanas depois pois a secretária ficaria fora de São Paulo no final de semana seguinte ao da pré-reserva.

Esse pagamento que fizemos é a primeira parte do pagamento. A segunda devemos fazer no ato da entrega da documentação na paróquia: certificado do curso de noivos (só pode ser feito no MÍNIMO 6 meses antes do casamento. Acho que a gente corre o risco de esquecer a matéria se for feito antes…=P), certidão atualizada de batismo (cada um tem que ir na igreja onde foi batizado e pedir esse documento – o documento vale por 6 meses só, não adianta tirar antes), cópia de rg etc etc etc entregando na paróquia mais perto da minha casa para que seja emitida a trasferência (vou casar do outro lado da cidade) e assim terei em mãos a licença matrimonial. Não sei como funciona nas outras igrejas, mas deve ser mais ou menos a mesma coisa para todo mundo.

No mesmo dia que eu, casam-se outras 4 noivas. A decoração é toda dividida com elas – não só o pagamento, mas a escolha das coisas também. Um grande viva para as assessoras que vão não só contatar as noivas, mas garantir que tenhamos na decoração as coisas que me agradam =P

Algumas igrejas tem profissionais cadastrados. No caso da Santa Teresinha, só coral e decoração (ou seja: só posso contratar as empresas que eles deixam contratar). Já pesquisei no PROCON e isso é proibido. E duvido que Deus concorde com um cartel desses. Mas…

Na nossa igreja, o casamento também não pode ser feito com valor civil. Vou ter que pensar em como fazer depois. Pensamos em pagar (só pagar, pagar, pagar….) para que o cara do cartório vá a nossa festa para que casemos no civil lá. Mas ainda temos que pensar.

Só 4 casais de padrinhos são permitidos. Sinto cheiro de problemas diplomáticos – mas acho melhro assim. Altar cheio é brega.

Tudo pela igreja que eu amei.

E outra coisa: além de eu ter AMADO a cara da igreja, eles oferecem como cortesia uma chuva de pétalas na hora da aliança. Ainda não vi pessoalmente, mas achei uma foto no google (não sei quem são as pessoas da foto….) e quase chorei…

Bom, chega. Quando começo não consigo parar! O livro da Vera Simão traz também o funcionamento da cerimônia em diversas religiões, a quem interessar possa…

Vocês vão casar na igreja? No templo? No salão? Já reservaram? Curiosidades sobre a igreja escolhida? Comente!

Ah…e assinem o blog também. Dessa forma, cada vez que um post for inserido, vocês recebem um e-mail…

Boa quarta-feira pós-jogo do Brasil.

Anúncios

33 Respostas para “Casar na Igreja…

  1. Não acreditoooooooo! A MESMA igreja que já escolhi!!! rs Só não sabia de todos estes detalhes! Escolhi por “n” motivos, mas o fato dela ser perto da minha casa, ser aconchegante e a chuva de pétalas foram fatores chaves para ela ser a minha preferida em uma cidade como São Paulo…

  2. Thaise,casar na igreja tb será uma grande realização pra mim!”desde que nasci”tenho esse sonho!rsrsrs.É emocionante se imaginar entrando na igreja vestida de noiva,e ao som da marcha nupcial!Deus do céu, que frio da barriga!rsrsrs. Engraçado,hj estava agindo justamente essa parte meio burocrática de documentação de igreja.Acontece mesmo exatamente como vc disse.Se vc for casar em outra igreja que não seja do seu bairro,vc deve pedir uma transferência de paróquia,uma espécie de autorização para vc poder casar em outra igreja e com isso,adivinha?As despesas serão dobradas!!!no papel que recebi tinha bem claro isso.fazer o q?é o que se paga para realizar o sonho de casar na catedral da cidade!Meu noivo tb é de outra cidade e terá que fazer a mesma transferência de paróquia.Aqui,(Campos RJ)para o processo de transferência tem que fazer um Instrumento Canônico,mas parece que existem dioceses que trabalham com tal de proclamas.Na igreja que vai casar,não fazem casamento religioso com efeito civil?Só 4 casais de padrinhos permitidos?Aqui são 5.
    Que maravilha,ou não,que casarão mais 4 noivas no mesmo dia que vc!Maravilha sim pra dividir a decoração,ruim se vc não for a primeira ou as outras noivas não forem boas de jogo(embora a primeira tem preferência) e tb para não correr o risco de atrasar demais o seu.No meu dia tem mais 1 noiva só,até estranhei por ser dezembro,mas tá ótimo assim,sou a primeira.Deus, acho q estou virando blogueira!rsrs
    bjs

    • Engraçado essa relação que a gente tem com o casamento desde criança. O que Freud dizia? hahaha Vou pesquisar, mas certeza que deve ser culpa do meu pai =P

      Então, essa transferência que você está pagando eu não tive que pagar pois estou casando na mesma cidade. O preço que eu estou pagando é só o dia e os 45 minutos do padre… A licença e a certidão (pelo menos em SP) são de graça!

      Essa igreja não faz com efeito civil não. Paciência. A igreja é mais importante. No resto, a gente dá um jeito…

      Sim, sim..aos sábados tem a noiva das 17 (único horário livre por enquanto!), 18, 19, 20 e 21. Eu vou casar às 19 (hehehe fui a primeira a escolher horário….). Nenhuma das noivas pode atrasar, senão perde a chuva de pétalas que é o espetáculo da igreja…

      E você já é patrimônio aqui!!! hahahaha Blogueira ou não, seus comentários SEMPRE acrescentam muito aos meus posts… Nem pense em sumir. Aliás, precisamos trocar contatos para nos conhecermos..

      • Acredita que aqui a minha transferência vai me custar R$150,00??rsrs R$15,00 da certidão de batismo +R$800,00 do “aluguel”da igreja!Afffff!!!Enfim,é o meu sonho!
        Fico feliz em poder ajudar, aliás tô amandooooo isso aqui!!Disponha!Mais uma vez parabéns pelos posts muito bem escritos!!ahhh,tô no seu orkut,Verônica Ribeiro.
        bjs querida

  3. @Verônica

    Bem-vinda a São Paulo: Estamos pagando R$ 1.500,00 reais de igreja. Só pela aparição do padre. E nem é das igrejas mais caras da cidade…
    Sem música, decoração, nadica.
    Eu acho bem caro, para falar a verdade…

    • Sem dúvida,é caro sim,só paguei R$ 800,00 pq reservei com 1 ano e meio antes,agora tá R$1.000,00!Música ,decoração,tb por fora.tô tentando imaginar a mais cara daí!Acredito que tudo aí deva ser mais caro né?

      • Pela diferença que eu vejo nos preços dos fornecedores das outras cidades, é sim. A Vera Simão escreveu no livro dela que um casamento em SP pode sair o dobro de um igual no resto do país…paciência. Não vou deixar de casar por isso! hahahaha

  4. Oi neuróticas, sou casada mais ainda AMO ver blogs sobre casamento, já fui uma neurótica e foi uma delícia…
    Fiquei feliz de saber que seu noivo no final aceitou casar na igreja,ainda bem né
    Inté

  5. Olá a todas… Eu vou me casar na igreja Nossa Senhora de Fátima, que aqui em SJCampos é disputada a tapa…rsrs…!
    Quando fui marcar a data (isto foi em fevereiro deste ano, eu querendo casar em Dezembro), cheguei na Igreja e a moça de secretaria me disse:
    – Pois não?
    – Gostaríamos de marcar a data do nosso casamento.
    – Ah, sim! Já tem uma data em mente?
    – Sim, gostaria lá pelo dia 18 de dezembro…
    – Do ano que vem né?
    – NÃO!! DESTE ANO!!!
    – Impossível…Já está tudo reservado! Só se alguma noiva desistir!

    Bem, dei sorte e uma noiva desistiu da sexta-feira, dia 17 às 18h. Marquei, paguei e pronto! O dia estava marcado!
    Aqui em SJCampos também as noivas tem que entrar em acordo sobre a decoração (eu acho isto idiota! Pensem bem: se cada igreja tem 3 casamentos: um às 18h, um às 19h e outro às 20h, não era melhor botar um às 17h, outro às 19h e outro às 21h, com o casamento durando exatamente uma hora e uma hora pra trocar a decoração? Seria melhor! Assim não daria briga e cada uma botava a decoração do jeito que quissesse!!).

    A noiva das 20h, no meu caso, encrencou! Não mora em SJCampos, tem uma cerimonialista dificílima, tudo o que eu sugeria ela não queria e a noiva não abria mão das flores que ela queria, do jeito que ela queria…

    O que eu fiz? Fui na Igreja e falei: ‘a regra é de vcs! Vcs determinaram que a decoração tem q ser a mesma entre todas as noivas! Eu nem consigo falar com a noiva, só com a cerimonialista dela, que tudo o que eu falo não quer! Todas as sugestões de orçamento (sim, porque até aquele ponto só eu tinha apresentado 3 orçamentos e ela tinha descartado todos!), ela não quer! Ela não abre mão de nada, então vcs igreja resolvam!’ E o tempo passando (e pra quem não sabe, quanto mais vc demora pra fechar a decoração da igreja, mais perto da data fica, mais o preço sobre!).

    A secretária da Igreja ligou pra tal cerimonialista e marcou uma reunião na Igreja. E ordenou pra que a cerimonialista passasse o email da noiva. Noiva tem que conversar com noiva! A cerimonialista só então passou, eu conversei com a noiva (que não estava sabendo de nada, nem tinha visto NENHUM dos orçamentos que eu deixei com a cerimonialista), aí foi mais tranquilo e conseguimos finalmente fechar a decoração!

    Quanto ao curso de noivos, aqui em SJCampos só acontece, na paróquia da N.S. de Fátima, uma vez a cada 6 meses, o que pra mim é outro absurdo! Se é uma coisa fundamental, então que ocorra mais vezes! Eu trabalho, meu noivo também! É super complicado fazer a inscrição neste curso de noivos, porque tem um bando de garotada, que nem vai casar, mas que vai fazer o curso também! Vc tem que chegar na Igreja umas 3 horas antes do horário marcado para a inscrição (que é um dia SÓ para inscrição!), pra conseguir senha pra se inscrever! Fica difícil pra quem trabalha…!!! Acho que se o curso de noivos é essencial, então ofereça pelo menos uma vez a cada mês, ou uma vez a cada dois meses! E horários diferentes! Porque quem trabalha em outra cidade, ou faz plantão à noite, ou trabalha sábado de manhã, fica impossível de fazer este curso!!!!

    Na igreja eu optei por DJ tocar um cd com as músicas que eu escolhi! Eu não gosto de ninguém cantando e tem algumas músicas que irei tocar que são em inglês (e mtas vezes, as pessoas não cantam certo em inglês — eu como ex-professora de inglês presto muita atenção nisso!!), então ele apenas vai colocar o CD que eu vou montar com as músicas que eu quero na hora certa. Fica mais barato também do que botar uma banda com um bando de gente cantando ‘marcha nupcial’ (desculpem-me, mas nada bate a versão original, instrumental, de marcha nupcial!).

    Ficam as dicas aí para o pessoal!

    Beijocas a todas!

    Thaís.

    • OI Thais!Td bem?Acredito que na maioria das igrejas onde existem mais de um casamento por dia, o sistema seja esse mesmo que vc falou,a decoração da igreja é dividida.Na minha opinião,ficaria meio inviável essa troca de ornamentação .Pense bem,seria necessário uma equipe muito grande para conseguir ornamentar toda uma igreja em 1 hora!Isso iria gerar um atraso grande nos casamentos.Agora,a PRIMEIRA noiva tem preferência de como quem irá fazer a decoração e para td correr bem,as noivas tem que entrar num consenso.Infelizmente tem pessoas que criam caso com tudo.Quanto ao curso de noivos,muito estranho ter só de 6 em 6 meses só,mas vc pode procurar outra igreja,não necessariamente tem que ser na que vc vai casar.Aqui onde moro,por exemplo tem curso de noivo aos domingos,isso facilita pra quem trabalha. Sobre a música da igreja.acho que vc deveria pensar com carinho nisso.É mais caro colocar um grupo pra tocar,claro que sim,mas acho que a cerimônia ficará com muito mais brilho e mais bonita,se tiver um grupo cantando ao vivo,do que com cd,é a minha opinião.Acho que dá pra vc economizar em outras coisas pra compensar.Existem grupos muito bons,e acredito que aí em SJ Campos,deva existir.
      Espero ter ajudado.
      bjs

    • A igreja onde eu vou casar também não aceita cerimonialistas. Mas por outros motivos…eles preferem que sejam as velhinhas da igreja a coordenar o casamento. Alguém que entende dá muito mais trabalho, né? Igreja nunca gostou muito de questionamentos… Pelo menos é o que está escrito no papel…mas a minha assessora já ligou lá para conversar, estará lá no dia…enfim, sem grandes crises.

      Eu lamento que você tenha encontrado pessoas desse jeito. O meu orçamento já está quase 10% abaixo do que o esperado: vamos poder colocar banda e bar de caipirinha agora! E sim, tudo do meu jeito…

  6. PS: a minha decoração ficou com rosas carola vermelha (são mais em conta do que as rosas colombianas e são grandes também!), alstromélias rosas e lírios brancos, com folhagem verde entre os bancos, colunas de vidro com os arranjos e tapete verde (para a noiva das 20h) e tapete vermelho (para mim). O tapete põe um por cima do outro, é a única coisa que dá pra trocar rapidinho, o resto não dá…E me perdoe também quem pensa o contrário, mas tapete pra mim é VERMELHO! Ou vcs acham que no Oscar tem aquele tapete vermelho porque? Porque eles não põe tapete verde na estréia de filme, ou em qualquer festa? Tapete pra mim é vermelho!

    Meu buquê será de rosas carola vermelhas com strass (ah, e antes que alguém fale qualquer coisa: pra mim aquela regra que não pode ser a mesma flor do buquê do que na decoração é outra regra boba que eu não sigo! Aliás, eu adoro rosas vermelhas! Acho que no contraste com o vestido branco, o buquê vermelho aparece pra caramba e fica lindo! Buquê branco com vestido branco some! — ‘Ah, então põe tulipas’…Tulipas? No verão? Um calor daqueles não dá pra botar tulipa, vai murchar tudo! Rosas são flores super indicadas no casamento durante o ano todo, porque não são especificamente flores de inverno nem de verão!).

    Aliás, tem várias ‘regrinhas’ do casamento que eu simplesmente não vou seguir porque não concordo, acho bobo (respeito quem vai, mas eu não vou), como por ex., a regra de cortar a gravata na festa…Coisa boba! Deixa os convidados sem graça, ficar pedindo dinheiro no meio da festa! Não vou fazer (e aliás, isto foi pedido expresso do meu noivo: não queria isto de maneira alguma!). E eu concordei plenamente!

    A flor do buquê tenho q ser outra da flor da decoração tb maior bobeira…Veja a flor que vc gosta, que fique bonita com o seu vestido, se é a mesma que já está na decoração ou se combina com a decoração, qual é o problema?

    Agora anda ‘na moda’ fazer 2 buquês: um pra vc jogar e outro pra vc guardar! Outra coisa boba porque pensem comigo: o q vcs vão fazer logo depois da festa? Noite de núpcias né? Então, vc vai procurar um vaso com água na sua noite de núpcias pra colocar o buquê? (Sim, porque se não botar o buquê na água, do dia pra noite, as flores vão murchar…).

    Eu farei um só! E é este que eu vou jogar!

    Está na moda também fazer um sapo de pelúcia pra jogar o sapo…Bem, não vou nem comentar isto porque pra mim é buquê que se joga e não sapo de pelúcia.

    Beijocas a todas!

    Thaís!

  7. @Veronica

    Oi querida, td bem?

    Acho q gosto é gosto…Eu não sou muito fã de corais cantantes não. Tem um SJCampos um famosíssimo, q vive distribuindo CDs de amostras, eu particularmente não gosto, prefiro sim música em CD. Marcha nupcial pra mim é um bom exemplo. Eu prefiro muito mais a versão instrumental, clássica, do q a versão cantada, que eu particularmente não gosto.

    Acho q tem músicas lindíssimas, cantadas, q ficam lindas em casamento, assim como outras instrumentais! E como pianista de formação, acho q nada, NADA se compara à versão original das músicas…! Por ex., Pachebell de Bach em Canon D menor é lindíssima! E a versão original é show! Ela é bastante tradicional em casamentos americanos (quem não conhece, escute, vale a pena!). Não acho q por ex., q Nessun Dorma cantada por um choral, fique mais bonita q a versão do Plácido Domingo ou do Andrea Bocceli.

    E aí não é o coral ou não em questão. Eu acho mais bonita as versões originais mesmo!

    Um erro muito comum q eu já vi em casamento é que muitas vezes, quando as pessoas põe músicas cantandas, não prestam atenção (ou não sabem) o q quer dizer a letra em si. Por ex., do Andrea Bocceli, tem uma música famosa chamada Con Te Partiro. É uma música lindíssima, mas a letra é extremamente triste, é excelente pra funeral, enterro, não casamento! E não é que eu já fui em uns 2 casamentos q botaram esta música na saída dos noivos??

    Outra coisa, tem músicas cantadas q são super apropriadas em casamento, mas o pessoal não conhece e acaba não botando (exatamente porque não são fáceis de cantar!). Ex: My Romance da Carly Simon. É uma música linda, super apropriada pra casamento, mas q nunca vi tocando. No meu casamento irá tocar, porque a música e a letra desta música são LINDAS!

    Outra sugestão: She – Elvis Costello (quem viu Notting Hill, na hora q a Julia Roberts está casando com o Hugh Grant, qual é a música q toca? Esta música, q também toca na abertura!) LIndíssima!!! A versão original é do Charles Aznavour, mas a versão cantanda do Elvis Costello é linda também!

    Pra quem gosta de músicas nacionais, vai aí uma sugestão: Como é grande o meu amor por vc – Roberto Carlos

    Fica a minha sugestão de música, sobretudo Pachebell de Bach (tem várias versões, esta versão em Canon D menor é perfeita), que será a minha música de entrada de pais e padrinhos.

    Quanto à decoração, aqui em SJCampos não tem esta de a primeira noiva tem preferência não…Eu sou a primeira noiva e digo uma coisa: não tive preferência de nada, pelo contrário! Foi uma luta pra fechar a decoração, tive q acabar cedendo praticamente tudo, senão não teria acordo nenhum!

    Beijocas!

    • Opa…mexeu com a minha honra de professora de italiano!! hahaha

      Con te partirò tem um TOM melancólico, mas a letra da música é muito romântica sim!

      Quando sono solo
      Quando estou só
      Sogno all’orizzonte
      Sonho até o horizonte
      E mancan le parole
      E me faltam palavras
      Si lo so che non c’è luce
      Sim, eu sei que não há luz
      In una stanza quando manca il sole
      Em um cômodo quando falta o sol
      Se non ci sei tu con me, con me
      Se você não estiver aqui comigo, comigo

      Su le finestre
      Pelas janelas
      Mostra a tutti il mio cuore
      Mostra a todos o meu coração
      Che hai acceso
      que você “ligou”
      Chiudi dentro me
      Feche dentro de mim
      La luce che
      Essa luz que
      Hai incontrato per strada
      Você encontrou pelo seu caminho

      Con te partirò
      Com você, eu vou partir
      Paesi che non ho mai
      Países que eu nunca
      Veduto e vissuto con te
      vi e vivi com você
      Adesso si li vivrò
      Agora sim vou viver
      Con te partirò
      Com você eu vou partir
      Su navi per mari
      Com barcos pelos mares
      Che io lo so
      Que eu conheço
      No no non esistono più
      Não existem mais
      Con te io li vivrò
      Com você eu vou vivê-los..

      Eu sou absolutamente contra o CD na igreja. Acho que se não gostar da ave maria cantada, basta contratar só a orquestra…rs

      Eu também nunca vi essa coisa de primeira noiva ter a preferência não!

      • Questão de gosto…Eu não gosto de orquestra tocando algumas músicas… Não gosto de coral cantando algumas músicas, prefiro as versões originais. Acho q não sou absolutamente contra nada, falar assim é ser muito radical, mas gosto é gosto. Cada um tem o seu.

        Eu já não curto músicas melancólicas em casamento. Ser melancólica não necessariamente quer dizer romântico. Mas, como eu disse, gosto é gosto.

      • Aqui na minha cidade funciona mais ou menos assim:por exemplo,eu serei a primeira noiva,logo a igreja deu o meu telefone para a outra noiva me procurar.Quando a segunda noiva apareceu,eu já tinha florista,então ela foi no mesmo meu.Claro que se ela não concordasse comigo,teríamos que fazer orçamento em outro lugar,afinal ela tb vai pagar.O que eu quis dizer é que a princípio eu escolhi o florista.Mas cada lugar funciona de um jeito e tb depende muito da noiva que vamos lidar. Pra mim por exemplo igreja tem que flores brancas que não tem erro e a outra noiva tb.Então foi fácil pra mim.E o melhor de td,ficou pela metade do preço para ambas!uhuuuuuu!!!rsrs

    • Existem várias músicas religiosas lindíssimas tb, na minha opinião,acredito que é legal que tenha tb. Pra quem quiser,tem algumas seleções,como já fiz parte de grupo de música,conheço várias.

      bjs

  8. PS: Dicas de filmes q tocam estas músicas q estou falando:

    – O pai da Noiva (na hora do casamento, toca Pachebell de Bach em Canon D Menor).

    – De repente 30 (no final do filme, quanto está começando o casamento do Mark Ruffalo, toca esta música também).

    Escutem, vale a pena!

    Espero ter ajudado!

    Beijocas a todas!

    PS: espero q ninguém fique brava com meus posts aqui… Sei q são meio gigantes, é q eu me empolgo e como já estou mais ‘adiantada’ q mtas aqui no processo casório, gostaria de poder ajudar todas!

    Beijocas!

    • Seus posts são sempre muito bem-vindos. Completíssimos e muito bem escritos. Opiniões diferentes à parte (e isso é essencial), você contribui muito com o blog e com o meu casamento. 😉

  9. Oi Ise!!!
    Para realizar seu grande sonho vc precisa tirar o escorpião do bolso! hehehe
    Sempre foi caro se casar na igreja e isso nunca vai mudar. É mta gente envolvida e embora padres e a galere toda esteja preocupada com questões espirituais são seres humanos e não vivem de brisa, nem mesmo a estrutura que vc usufruirá existiria se não fossem esses recursos.
    Eu não sou católica, sou evengélica e tb não dispensarei me casar na igreja, pra mim não é só um ritual MUITO bonito. É um momento singular onde eu e meu marido estaremos sendo apresentados a Deus como uma só carne e assim receberemos a benção d`Ele, pois eu acredito que nos dias de hj quando a sociedade inteira prega contra o casamento e mesmo assim temos desejo de nos casar comprova ainda mais que o casamento é um relacionamento (e não uma instituição) planejado por Deus e só Ele para nos auxiliar nessa caminhada.
    Quero deixar uma contribuição:
    As igrejas evangélicas e os pastores não cobram para realizar seu casamento, mas só se vc for membro da igreja. Por que?? Porque eles querem não somente te dar a benção matrimonial, mas acompanhar sua vida depois de casada e isso só se faz possível se vc tiver um vínculo com a igreja e com o pastor que realizou seu casamento.
    É vc quem escolhe tudo: decoração, quem canta e o que canta. E o melhor, seu dia é seu dia, não são realizados 2 casamentos no mesmo dia!
    É mto fácil tb encontrar bons músicos nas igrejas protestantes e eles sempre fazem precinho camarada, de irmão mesmo! Em algumas igrejas vc pode chamar até o coral.
    Já fui em vários e sempre me emocionei mto. Inclusive nesse sábado tenho um pra ir….
    Eu desejo que sua cerimônia seja muito abençoada e não só ela, mas toda sua jornada depois de casada. Que Deus renove a cada dia os sentimentos de amor, desejo, admiração e paixão que os levarão ao altar!
    Bjo

  10. Olá Noivinha,

    Assim como vc estou na saga do casamento, tbm me casarei na Igreja é um sonho td isso né?!! Mas infelizmente casar na Igreja é caro pra chuchu!!!
    Vou ficar por aqui acompanhando tudo de perto e no que eu pider ajudar quanto a dúvidas e sugestões….Estarei por aqui

    Beijos a todas as noivinhas

  11. Oi, Thaise. Minha irmã também se casará na Santa Teresinha, em fevereiro de 2011. Na verdade, nós nos casaremos com dois meses de diferença. Ela em fevereiro e eu em abril. Meus pais vão desencalhar as duas filhas por atacado *rs*.

    Ah, esta foto que você postou foi feita pelos meus fotógrafos. A Marcia e o Vladimir da MV7. Eles são incríveis. Caso não tenha contratado esse serviço, vale conhecê-los: http://www.mv7.com.br.

    Beijos!

  12. Eu e meu noivo somos apaixonados pelo São Paulo Futebol Clube. Gostaria da opinião de vcs, se seria de “bom tom” colocar o hino do São Paulo no meu casamento, levando em consideração que alguns convidados são torcedores de outro time. Brigadinha….

      • Também concordo na Igreja ñ irá ficar legal
        Agora na festaaaa eu acho que ia ser Dez
        Eu meu namorado Somos apaixonados
        pelo Timão Corinthianos Roxoo
        e Vou falar essa ideia para ela
        Vai saber se ñ COLOKO na nossa festa tambem.
        RSRSRS o RUIM é qe tdos São evengelicos rsrsrs
        mais a festa é nossa neh

        adoreiiiiiiiii ler esses comentarios
        estouuuu nem no começo de um casamento
        mais ja esta valendo a experiencia adoroo le ainda mais sobre casamento rs

  13. Olá,
    Também fiz Letras na USP (entrei em 2004) e vou me casar na Santa Terezinha (17/09/2011).
    Se quiser, me manda um e-mail para trocarmos alguma ideias.
    BJs,
    Amanda

  14. Olá tenho 17 anos, e exatamente 6 meses de namoro
    poxa uma longa historia vamos lá
    primeiro namoro com meu primo,a parte da familia tda dele é evangelica,e graças a deus estou seguindo o mesmo caminho eu era catolica mais O meu anjo me mostro que o evangelismo é o melhor caminho ( mais cada um com sua religião respeito muito isso) nós ficamos des de pequeno só que s´agora começamos a namorar.Então tdas estão fazendo mo pressão para nós casarmos só que estamos em uma fase de se conhcermos ainda este ano estamos tentando ser abençoado e tentando comprar um terreno mais isso deus esta trabalhando para acontecer,sou muitoooo feliz neste seis meses queremos casar simmm éo que mais queremos.Mais tem um poblema ele quer casar no sitio do nosso bizavô meu sonho como tdas as mulheres é casar de branco na igreja.Mais acontceer que lá e sitio ñ sei se ira dar certo vestido branco mais creio que tdo vai dar certo.
    Só quero dizer que quando comecei leer as suas lindas palavras de um jeito que me toco ñ conseguir para de ler .
    Parabéns desejo toda Felicidade do Mundo.
    O que vc acha que,dará certo o meu casamento?

  15. Olá…nossa vou ler seu Blog inteiro!!!!!, pretendo me casar na Paróquia de Santa Teresinha em 2012…..já tenho as informações da Igreja, e realmente é tanto pode e não pode, mas enfim….
    Minha curiosidade no momento é o preço da decoração da igreja com as empresas credenciadas…..e músicos……só para eu ter ideia…..
    Obrigadinha

  16. OLÁ, TUDO BEM??

    TAMBÉM VOU ME CASAR EM BREVE E COMO VC ESTA POR DENTRO DE BASTANTE COISA JÁ, GOSTARIA DE SABER SE POSSO FAZER O CURSINHO EM UMA IGREJA E ME CASAR EM OUTRA, POIS VOU ME CASAR EM OUTRA CIDADE E VAI SE MEIO COMPLICADO IR ATÉ SÓ PARA FAZER O CURSINHO.
    EU POSSO DAR ENTRADA AQUI E PEDIR TRANSFERÊNCIA PARA LÁ TAMBÉM?

    MUITO OBRIGADA 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s