Mini-casamentos – por Dayana Dalier

Se minha loucura por casamentos já era grande antes de eu ficar noiva (antes mesmo de namorar…rs), quando comecei esse blog há algumas semanas fiquei pior. Enlouqueci totalmente, lendo tudo e mais um pouco sobre o ritual da união de duas pessoas e suas consecutivas festinhas…

Em uma dessas pesquisas, encontrei o blog da Dayana Dalier (que inclusive está relacionado aos meus preferidos) sobre mini-casamentos…e achei a ideia interessantíssima! Imaginei que algumas noivas como eu poderiam nunca ter ouvido falar na tal modalidade de casamento e achei que seria interessante apresentá-la a vocês. Achei que a Dayana poderia falar com muito mais propriedade do que eu e pedi para que ela preparasse um post para nós.

Espero que gostem!

Beijão

Ise

Obs.: Fiz algumas visitas em espaços hoje com a Karina, a Fernanda (e claro, o Gustavo! rsrsrsrs) e acho que tenho novidades. Nada fechado ainda, mas eu primeiro click. rs Depois conto direitinho sobre as visitas de hoje…

Obs2.: Além de moi, mais das meninas da TOP passaram mal após a degustação no Mediterrâneo. E apareceram outras meninas relatando coisas…deem aquela olhadinha nos posts antigos, porque eles continuam sendo comentados quando posto novos…ou vocês podem simplesmente assinar o feed de comentários e receber as mensagens por e-mail de cada novo comentário que entra…

ok, ok….ao texto:

O que é?

Minicasamentos é nada mais nada menos do que um casamento normal, só que em proporções menores, com direito a cerimônia, o corte do bolo pelos noivos, 1ª dança, e tudo mais.

Quem escolhe um mini casamento não pensa em “a maior festa” e sim “a festa mais especial”. Com muitos detalhes e mimos para os convidados.

Em uma cerimônia desse estilo, chamam-se apenas familiares e amigos mais próximo. Uma dica legal é, na hora que você entregar o convite, diga ao seu convidado que só serão chamados familiares e amigos mais próximos, assim eles sentirão o quanto será importante a presença deles nessa data tão especial.

Planejamento

Nº de convidados:

Para que seja um verdadeiro mini casamento, o ideal é chamar no máximo 100 pessoas.

Local:

Escolha um lugar que tenha haver com o estilo dos noivos. Pode ser em casa, em um sítio, praia, restaurante…

Decoração:

Tenha cuidado nesse quesito, pois pode dar um “ar de vazio” na recepção. Capriche nos detalhes, observe o tamanho dos arranjos para que não atrapalhe a comunicação dos convidados.

Cuidados:

Se optar pela recepção em uma casa, preste atenção na estrutura do local, pois dependendo dos gastos (toldos, lonas…são muito caros), sai mais barato alugar um local especializado em festas. Caso escolha um restaurante, cuidado para que não apareça as “propagandas”.

Para finalizar, minicasamentos não é sinônimo de “casamento mais barato”. Dependendo dos detalhes escolhidos, o custo pode ser maior do que um casamento convencional.

Mas quem pretende fazer um minicasamento pensando em economia, vale a pena colocar a “mão na massa” e cuidar da confecção de alguns detalhes (existem muitos grupos na Internet que ensinam a fazer forminhas, caixinhas, etc).

Arranjos baixos com velas, são mais baratos, delicados…chamam mais atenção do que os tradicionais arranjos altos.

Mesas simples, mas sem perder o charme

Docinhos e bolo na mesma mesa, foto dos noivos e velas penduradas.

Anúncios

4 Respostas para “Mini-casamentos – por Dayana Dalier

  1. Bom, eu acho mini wedding uma graça, já vi fotos lindas em lugares lindos, decoração charmosa, detalhes que fazem a diferença. Mas na verdade, nem sempre é fácil ou barato fazer um MW. É difícil encontrar desde igrejas pequenas, até espaços não tão caros e buffets que façam festa pra pouca gente. Fora a lista de convidados pq as pessoas não estão acostumadas com casamentos pequenos, mas penso que no fundo elas sabem se são íntimas de você ou não, e vão entender se não forem convidadas.
    Enfim, acho lindo e trabalhoso, mas vale a pena compartilhar sua felicidade com aqueles que realmente se importam (sejam muitos ou poucos).

  2. é muito charmoso um mini wedding, no começo eu queria festona, mais depois que li e vi mais sobre estes mini casamentos, amei, o meu vai ser assim mini e chamoso, vou casar dia 04/06/2011 e ainda não pesuisei nada.. é tanta anciedade que nem sei por oned começar…..Adorei este blog

  3. Oi meninas.
    Acho o máximo a ideia de mini-wedding. Antes mesmo de ler a respeito, já havia decidido que o meu seria. E poe mini nisso – serão entre 30 e 40 pessoas. Só pais, irmãos e avós do noivos e os paderinhos (que serão estilo americano – homens do lado dele e mulheres do meu) com seus respectivos namorados (as)/esposos (as).
    Ise, também sou como você – acho que até pior! rs. Também comecei a pesqiusar sobre casamentos bem antes de marcar a data. Na verdade, me caso uma semana antes de você e já pesquiso buffets, vestidos, o que quero e o que não quero, desde 2003! Quando morei nos USA, comprei alguns livros sobre casamento e mandei ver, hihihi. Acho que sou a noiva MAIS neurótica, ou tem alguém pra me salvar e ser “pior”? rs
    Enfim, voltando ao casamento. Eu farei a cerimônia civil no cartório, porém, esse cartório oferece todo o cortejo como na igreja, com direito a músicas escolhidas por mim, bolinhas de sabão quando eu entrar, pétalas de rosas caindo sobre nós quando trocarmos as alianças e nos beijarmos. Entrarei com meu pai, ele com a mãe, as bridesmaids, o filho do meu noivo com as alianças… Será uma cerimônia como na igreja mas “mini”. Assim, nossos pais sentirão todo o ritual. Depois disso iremos a uma trattoria (adoro comida italiana!) para um almoço. Já reservei, já fiz uma prévia do cardápio e já degustei também.
    Como você e o Gustavo, nós dois também iremos pagar toda a despesa relacionada com o casamento e a lua-de-mel. Queremos ter total controle do que fazemos sem os famosos palpites, e, somos adultos, independentes, trabalhamos, não teria sentido, depois de anos sem pedir dinheiro aos nossos pais, pedirmos para nos casar.
    Ah, encontrei você em uma comunidade do Orkut e estou adorando seu blog.
    PS: Também fiz Letras, mas na Unesp. E também sou professora de língua estrangeira, Inglês. Você dá aula de que?
    Grande beijo,
    Naná (meu nome no Orkut)

    • Eu dou italiano, mas durante toda a faculdade dei aulas de inglês. Concordo com a questão financeira!
      Acho que seu casamento vai ser superdiferente. Muito legal!!!! Conte mais!
      Me add no orkut! E venha sempre ao blog!!! =))) Somos em várias aqui e cada uma com uma experiência e um tipo de casamento diferente do outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s