Explicações e filosofia de trem

18/07/2010 – caminho de Milão a Perugia.

Olá, meninas! Antes de dar as notícias dos últimos tempos, preciso me explicar.  Estou recebendo alguns e-mails de garotas me perguntando se eu abandonei o blog, se não vou escrever mais…Nada disso! Como eu comentei algumas vezes, vim para a Itália fazer um curso durante as minhas férias no trabalho. Só que cheguei em Perugia e meu pé começou a inchar, inchar, inchar…fiquei parecendo um elefantinho. Só que começou a doer, a ficar branco e a dar formigamento. Fiquei muito assustada e corri para as asas da minha mãe italiana e dos amigos em Milão que me levaram ao hospital (eu não consegui que me atendessem em Perugia, longa história…), cuidaram de mim, me mimaram e me deixaram debaixo do ar-condicionado com suquinho gelado, sorvete e outros mimos. Sim, eu sei que por aí (pelo menos em São Paulo) está um frio do cão, mas por aqui, quando estamos com 40 graus achamos que está fresquinho…e eu odeio calor…rs

De qualquer forma, se não fosse esse problema nos pés – que não só me fez perder aulas do curso, mas também um tempão do meu tempo livre entre um hospital e outro…- eu provavelmente teria conseguido escrever. Menos, mas ainda assim teria escrito ao invés de simplesmente desaparecer.

Estou dentro do trem voltando de Milão para Perugia. Coloquei os fones e comecei a ouvir música, visto que a moça ao meu lado ensaiou que iria falar nas próximas 5 horas e 36 minutos que me separam do local atual até meu destino (e como eu amo Milão e as pessoas que tenho lá , ir embora me deixa sempre meio da pá virada, triste e antisocial –  o que explicaria os fones…). Estou ouvindo uma música que eu ouvia muito quando eu e o Gustavo começamos a namorar e pensando.

Mesmo que as oportunidades sejam únicas e maravilhosas, ficar longe é sempre ruim. Eu e o Gustavo somos muito grudados, provavelmente porque eu sou o único vínculo dele com São Paulo. De qualquer forma, eu realmente acredito que é pior para quem fica e eu acho que ele está meio afetado com essa nossa distância inédita. Apesar de termos nos falado todos os dias (ou quase), eu o achei muito triste ontem a noite quando nos falamos pela última vez…

Ficar perto, o tempo todo, todo dia e dividir tudo da vida é justamente um dos maiores escopos do casamento. Escolher ficar um mês inteiro longe enquanto estamos pilhados nos preparativos, curtindo os planos que fazemos para “todo o sempre” parece tão inviável. Só que é aí que a gente lembra que planos para “todo o sempre” precisa incluir tudo, inclusive nosso crescimento profissional e pessoal…até para sustentar (em todos os sentidos!) nosso crescimento e nossa vida enquanto um casal.

Nossa… já em Piacenza! Estou divagando olhando o PC e a paisagem há uma hora!

Eu admito que nunca fui daquelas que coloca a carreira acima da família – e pensava já muito nisso quando escolhi a minha profissão na hora de prestar vestibular. Escolhi uma carreira que me permitisse “montar” meu horário de trabalho, pensando num futuro longínquo, com filhos e marido! Concomitantemente, sempre gostei de trabalhar e sempre dei muito de mim, sendo considerada por alguns amigos até meio que workaholic. A verdade, entretanto, é que eu sempre fui metida a perfeccionista…

Claro que o Gustavo não amou a notícia de que a escola iria me mandar para a Itália e eu ficaria um mês aqui. Provavelmente pela notícia, mas também por uma série de coisas ligadas ao meu passado que eu havia deixado por aqui. Eu juro que entendo. E o agradeço pelo apoio que ele deu e sei que ele se esforçou muito para conseguir dá-lo…hahaha

De qualquer forma, estar longe é muito ruim. Eu sei que já disse isso, mas é que é mesmo. Eu sei que o que o Gustavo viu de Itália foi “Roma para turistas” e eu tenho uma vivência totalmente diferente aqui e queria apresentar mil coisas para ele… mas em determinados momentos a vida de um casal precisa ser a vida de cada um. Esse é o nosso momento: até 31 de julho a minha está aqui no Bel Paese  e a dele em na Terra da Garoa. E provavelmente seria assim mesmo que estivéssemos casados. E provavelmente estes momentos vão existir para sempre.

É sim. Por mais que não queremos, provavelmente vivemos o momento mais individualista da história. Não que isso seja necessariamente negativo. Mas acho que todo mundo, especialmente quem está em uma relação visando a todo um futuro tem o direito E O DEVER  de voltar-se para seu interior e fazer coisas que marquem sua individualidade: uma viagem 50% de negócios 50% de estudos como a minha, uma ida ao cinema sozinho, uma dia vegetando na cama assistindo Maratona de Noivas Neuróticas (ou campeonato turco…).

No meio tempo, enquanto olho para o céu azul desse país que eu tanto amo e  ao qual eu sou tão ligada, penso no momento em que o avião vai pousar em Guarulhos e eu vou descer com a cara toda amassada de 15 horas de viagem para ganhar o abraço mais apertado do homem mais cheiroso do mundo: MEU FUTURO MARIDO.

E torço para que eu me lembre de tudo isso quando for a vez dele de me deixar em casa…

Anúncios

8 Respostas para “Explicações e filosofia de trem

  1. Blossom, dear, explicaçoes mtas neste seu blog. Que alias, faz jus a tua personalidade. (P. saudades tuas, viu) Te aviso o q vou fazer… mas certeza q qndo voltar tenho q assus… conhecer o Gustavo (pobrecito jajaja)

  2. Nossa, Ise caramba espero que você esteja bem, já sabe que se precisar de algo me liga, eu não estou tão longe daí só algumas milhas marinhas haha.
    Eu sei muito bem como é ficar longe de tudo e de todos, mas algumas vezes faz parte da vida, infelizmente ou felizmente, espero que acima de tudo vc tenha curtido bastante o curso, os amigos e que todos os seus planos sejam abençoados, só não coma o tomate ou o pepino do avião para não passar mal qdo pisar no solo brasileiro e vomitar no futuro maridão, é como diz o provérbio: a vida é feita de momentos inesquecíveis mas tem coisas só a Ise passa haha bjuuuuu do polve!!

  3. Isee..Que Bom que está tudo bem, espero que fique melhor e esse calor aí diminua..
    Logo Logo vc estará de volta ao Brasil, agora falta pouco pra vc encontrar o noivo ..rs
    Se cuiiida! Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s