Ditadura das Noivas

Ok, verdade seja dita: nosso casamento é muito, muito importante. Mas é importante para a gente. Não adianta deixar-se iludir pelo acolhimento e empolgação geral das noivas: o resto do mundo jamais vai achar tanta graça no seu casamento quanto você.

Não, não é o evento mais importante da vida de todos que você conhece.

Comecei a prestar atenção nisso com as primeiras amigas/primas que se casaram quando comecei a ter consciência suficiente para perceber que toda noiva é meio surtada.

Admito sem pudores que evitei algumas delas durante todo o período de preparação do casamento. Noiva que só fala da sua festa é chata. Noiva que acha que nada mais é importante como o casamento dela é irritante. Noiva que se acha no direito de mandar na vida alheia com a desculpa do casamento dos sonhos é sem-noção.

Desculpe se não meço muito minhas palavras. É que se hoje estou no papel de noiva, antes eu sempre fui a prima/amiga/madrinha…e nem sempre foi fácil. Aliás, várias vezes repensei a amizade, o relacionamento e o carinho.

Em uma dessas vezes, a dita-cuja foi escolher o vestido. Ao chegar na minha casa – mais por educação do que por curiosidade – perguntei como era o tal. A noiva ficou indignada e disse que era surpresa, que eu só veria no dia…assim como todo mundo.

Oi?

Imagino que várias pessoas perderam noites e noites de sono imaginando como seria o vestido dela, inclusive eu. [SARCASM]

Admito que a tática deu certo, pois enquanto ela entrava na igreja eu só queria ver o tal vestido-surpresa que deveria ser, de fato, maravilhoso.

Oi de novo?

Nada demais. Não entendi o fuss todo.

E olha que eu sempre fui apaixonada por vestidos de noiva.

Tudo isso para falar do que é, na minha opinião, a maior atitude sem-noção de noivas-pinochet por aí: ESCOLHER A COR DOS VESTIDOS DAS MADRINHAS.

Punto primo: Quem definiu que cada uma tem que ir de uma cor? É casamento ou desfile de escola de samba????

Não sei onde começam essas pseudo-tradições que perduram na nossa cultura…

Talvez seja demais esperar que as pessoas tenham bom-senso. Mas o fato de que a noiva esteja gastando rios de dinheiro no casamento dela (e sabemos BEM que são rios e  até oceanos mesmo…) não significa que seus convidados estejam dispostos a fazer o mesmo sacrifício, não?

Ir a um casamento custa dinheiro. No meu caso, com família de fora, quase sempre envolve viagem. Além disso, tem a roupa, o cabelo, a maquiagem. E o tal presente.

Estamos todos de acordo que mesmo quando o casamento não é o seu, ele custa. Certo?

Não é questão de não querer gastar, por ser sovina e tals. Às vezes é questão de não poder gastar.

Uma das minhas amigas casou enquanto eu era estagiária. Estava no segundo, terceiro ano de faculdade. Eu gastava toda a bolsa com o apartamento que havia alugado para morar próximo à USP. Todinha. Não tinha um real.

Todos os dias ela me perguntava o que eu ia dar de presente para ela.

E eu ficava muito mal com isso.

No final das contas, nem dei um superpresente pois tive de recorrer ao meu pai e aos parcelamentos. Dei um presente muito bom, mas com certeza não era nem de longe o que ela esperava da madrinha aqui, como ela deixou claro algumas vezes…

Eu tinha um vestido que havia comprado para ser madrinha de um casamento anterior, uns meses antes. Já estava com tudo organizado: ia usá-lo, fazer a maquiagem sozinha com um tutorial que havia pego na internet e só faria o cabelo no salão, economizando assim o máximo possível. Mesmo porque eu não tinha para fazer mais que isso…rs

Vida de estágiaria ninguém merece. Ainda bem que acabou! hahahaha

Enfim. Ela liga para a minha casa um dia e me pergunta qual era a cor do meu vestido. Eu disse que era verde. Ela disse que verde não podia, já tinha outra pessoa usando… Disse que tinha escolhido uma outra cor para mim, que eu nem lembro qual era…

Lembro de ter corrido que nem uma doida, de loja em loja, procurando um vestido da tal cor que ficasse bem em mim. Eu sou muito, mas muito branca. Não é qualquer cor que me cai, sabe? E eu fiquei muito, mas muito brava. Será que por ser madrinha eu não tenho nem o direito de escolher o que fica bem em mim? Até esse direito é da noiva?

Não, não acho que isso está certo.

Não me senti bem a cerimônia e a festa toda. E entrei no cheque especial. E ainda ouvi que meu presente não era tão  legal, que ela havia ganho vários dele.

Eu acho que quem decide casar tem que se bancar. Acho o fim da picada casar contando com presentes e acho que ninguém tem que sustentar meus luxos, minhas vontades…mesmo porque a gente nunca sabe se a pessoa pode ou está disposta a isso. Se eu e o Gustavo inventamos de casar, vamos bancar da festa até o nosso apartamento.

(Cabe uma nota aqui para dizer que eu acho muito feio fazer cotas de lua-de-mel? rs)

Por isso, deixamos claro para todos os padrinhos que não queremos presentes. Quase todos são de fora. Tem gente que vem do exterior, do interior e de outro estado para compartilhar esse momento com a gente. Já vão gastar uma nota aí – e estamos tentando minimizar isso. Queremos muito fretar algo e/ou pagar a hospedagem dos nossos convidados. Mas de qualquer forma, estamos organizados para montar nossa casa toda. Não é obrigação de ninguém contribuir com isso. Nossos convidados são pessoas com as quais escolhemos compartilhar esse momento e não potenciais doadores de presentes.

Por isso, toda vez que alguém me pergunta se eu já escolhi a cor dos vestidos das madrinhas, eu sou categórica: CADA UMA USA O QUE QUISER, O QUE TIVER, AQUILO QUE FAÇA-A SENTIR-SE BEM.

E se usarem longuete? E se usarem preto?

Não me importa. Se as pessoas conhecem as regras de etiqueta, ótimo. Se não conhecem não sou eu quem vai ensinar. Elegância é poder contar com as pessoas que eu amo nesse momento tão lindo da minha vida…independente da cor de seus vestidos…

Ser noiva é lindo e maravilhoso…mas não tenho o direito de atrapalhar a decisão das minhas madrinhas (e padrinhos!) e convidados.

Não vou obrigar os padrinhos a alugarem roupas e ficarem todos iguais também. Acho tão festa de 15 anos fazer isso…

Meu casamento não é o evento mais importante da história da humanidade. Tão importante quanto ele para mim é que as pessoas sintam-se confortáveis e felizes como eu.

E ABAIXO A DITADURA DAS NOIVAS.

Anúncios

11 Respostas para “Ditadura das Noivas

  1. adorei seu post de hj…. concordo com uma coisa q vc disse…
    quem casa não pode se apegar aos presentes que vc vai ganhar….ng merece!

  2. Nossa Senhora… abaixo mesmo!!!
    Só que já sofreu sabe como é chato querer agradar a noiva e, ao mesmo tempo, querer esganá-la pela falta de noção!!!

    Bjss

  3. Hahahaha, muito boa profa.
    Esse blog vai virar livro?
    Eu sou bem por fora de casamentos, mas até para mim que sou uma outsider esses traços culturais são observáveis e bem chatos mesmo.
    Bjus

  4. Pingback: Você é uma Bridezilla? « NOIVA MUITO NEURÓTICA·

  5. Olá!
    Fiquei impressionada com seu post!
    Eu penso da forma forma que você. Eu também vou me casar e me sinto na obrigação de providenciar tudo para meus convidados, inclusive pedir para os padrinhos não se incomodarem com presentes.
    É deprimente ver que muitas pessoas dão festas esperando um retorno, presentes caros!
    Parabéns pelo blog, é a segunda vez que entro e estou adorando ler seus textos!
    Beijos.

  6. Concordo TOTALMENTE com você. Fico indignada com pessoas que se acham as donas de tudo apenas porque vão casar. As pessoas perderam o senso do que significa a palavra CASAMENTO. Esqueceram do principal significado religioso (independentemente da religião), esqueceram que o que é AMOR, esqueceram o que é querer COMPARTILHAR MOMENTO DE FELICIDADE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES. Tudo isso em nome de duas palavras tão banais, tão nojentas, chamadas STATUS e MATERIALISMO. O mundo realmente perdeu seus valores…

  7. Adorei seu post, eu penso exatamente assim, e fico contente de ver outras noivas pensando igual, sei a neura dos presentes e de obrigar as pessoas a fazerem suas vontades. Bom é term os amigos e familia compartilhando este momento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s