Curso de Noivos: eu fui!

E lá fomos nós, em mais uma aventura inédita nessa coisa de preparação de casamentos.

Honestamente, não tínhamos grandes expectativas. O Gustavo tem um trauma gigantesco de religiões em geral porque não conhece a tranquilidade que reina no coração de quem tem um Deus (qualquer que seja Ele…) em quem confiar, amar e assisti-lo operar ativamente em sua vida. Diz ele que sempre foi obrigado a ir à igreja e a não questionar – e eu honestamente acho que nenhum bem pode vir de uma relação compulsória com Deus mesmo. Por minha vez, eu tenho uma sintonia total com as leis do universo e faço dos resultados de minhas observações minhas crenças… e estou de boa com o Cara lá de cima e nosso relacionamento. Mas tenho seríssimas restrições ao homem operando religiões: acho que quando nosso zé povinho coloca a mão, estraga tudo. Na minha concepção, não existe um Deus que possa proibir alguém de usar camisinha, tomar pílula, fazer amor antes do casamento, se apaixonar por alguém de outra religião ou não abençoar uma união porque foi feita em outra igreja, outra religião, outro planeta. Não existe Deus que peça dinheiro, que peça obrigação, que peça frequência controlada em igreja, templo, centro, terreiro. Não acredito que exista um Deus que aprove gente que enche a boca para ensinar aos outros como se portar e que são desonestos com quem está ao seu redor.

Para mim, Deus é amor e benevolência profundas e eu não preciso seguir regras ou frequentar lugar algum para ter um relacionamento supimpa com ele. Já frequentei muito e TODAS as vezes me decepcionei. Com as pessoas, não com Deus.

O que de maneira nenhuma me tirou a vontade de tirar um momento na ocasião da minha união com o Gustavo para pedir a benção e a proteção Dele, além de agradecê-lo por ter me dado um presente tão lindo e maravilhoso como um companheiro desse na minha vida. Muito pelo contrário: eu sinto que uma vida inteira de preces não seriam suficientes para agradecer!

Com todas essas diferenças entre nossas posturas perante a religião, não sabíamos o que esperar. Só sabíamos que acordar às 7 da manhã depois de uma semana corrida e puxada (especialmente para o Gu no trabalho) cheirava bastante a programa de índio…

Pode mandar o futuro que a gente devora!

Quando eu o acordei, no sábado de manhã, juro que achei que ele iria desistir. Havíamos dormido mal – eu pelo calor e ele pelo barulho da 23 de Maio que tomou conta do quarto quando eu abri a janela para ver se entrava vento! rsrsrsrs

Descemos a Av. Angélica cedinho, de mãos dadas. Achamos uma padaria para tomar café e fazer uma horinha. Ficamos lá conversando de filmes, livros e da nossa viagem.

Ganhamos crachás para entrar no curso e logo já fomos encontrando os casais do mesmo dia que a gente, que já conhecíamos das reuniões de decoração. Engraçado que já nos encontramos tanto e estamos vivendo uma experiência em comum tão forte que parece meio com sair com uma turma de amigos já….rs

Os 32 casais presentes (juro!!!) foram divididos em 3 grupos e começamos com uma dinâmica simples, mas que funcionou perfeitamente para quebrar o gelo e facilitar a integração. Tínhamos que descobrir quem namorava há mais tempo, quem casava primeiro, quem iria morar fora de SP etc. Eu e o Gu ganhamos o troféu de casal que namora há menos tempo, com 1 ano e 7 meses se não erramos nas contas. Ou meu futuro marido é decidido demais ou somos os mais levianos… =P

Discussões e palestras, todas guiadas por casais. O casal mais novo estava casado há 4 meses (ou seja…faz pouquíssimo tempo que aquela noiva estava sentada ali também!) e o casal mais velho tinha mais de 40 anos de casamento. Espetacular observar as diferentes fases da vida e o quanto o relacionamento mudou com eles…

Nada do que eu esperava! Nenhuma palavra sobre abstinência, métodos anticoncepcionais, missa obrigatória aos domingos. Muito pelo contrário: valorizaram a convivência dos casais que já moram juntos, pediram para que eles compartilhassem uma série de coisas com a gente, disseram que sexo é importantíssimo para o sucesso da relação, assim como carinhos e gentilezas…enfim, foi uma abordagem extremamente moderna dos relacionamentos em uma sociedade onde tomar a decisão de se casar não é mais tão valorizada.

Eu gostei, o Gustavo gostou… todos com quem conversamos pareciam ser da mesma opinião. Demos risada, conhecemos um monte de gente de perfil muito parecido com o nosso, tiramos dúvidas com o padre. Foi leve e por vezes nos fez esquecer o calor e o horário.

Em um dos intervalos, um sorteio. A isenção da segunda taxa junto à igreja (r$750,00). Adivinha quem foram os sorteados? o/    Pois sim! Quando a gente esquece que Deus existe e começa a se descabelar, eis que Ele faz questão de mostrar que está ali e que tudo vai sempre dar certo…

Foi bastante emocionante fazer a reflexão sobre a nossa vida real, após a cerimônia e a festa. Afinal, todas nós queremos ter o dia de princesa, mas precisamos lembrar que o intuito da coisa vai muito além… Eu quero uma vida inteira de princesa ao lado do meu sapinho =P hahahahaha

Fiquei bastante emocionada mais de uma vez. Pedi a Deus que nos iluminasse para que pudessemos entender e nos comprometer em 101% com a promessa que estamos fazendo um ao outro, que eu pudesse de fato ser a melhor companheira que o Gu poderia ter nessa vida. Pedi também para que pudessemos nos lembrar desse compromisso assumido cada vez que olharmos para a nossa casa ou nossos filhos. No final das contas, casar é investir no outro o que você tem de mais importante: sua vida. E aí não dá para fazer investimento de risco…

Assistimos à missa (curtinha, mas linda!) que encerrou o curso de braços dados, mãos dadas ou abraçados. Acho que uma espécie de pacto em silêncio. Uma forma de dizermos ao outro de que seremos sempre mais unidos e mais fortes daqui para a frente. E que estaremos sempre juntos. Não segurei as lágrimas umas três vezes sentindo o Gu do meu lado e ouvindo as palavras do padre, simpático e fofíssimo.

Ganhamos nosso certificado e uma rosa – afinal, é Santa Teresinha nossa “madrinha”. Fomos embora cansados, mas muito felizes….e ansiosos pela vida real que nos espera depois do glamour da festa.

Beijo de alguém que está com o coração inundado de uma fé transcedental,

Ise

@ise_pregnolatto

tvpregnolatto@gmail.com

Anúncios

15 Respostas para “Curso de Noivos: eu fui!

  1. Oi Ise

    amei esse post! Dia 12 e 13 de março faremos o curso de noivos e eu tbm não sei oq esperar…
    Que seja tão produtivo e bacana quanto o de vcs.. =)

    Grande bj
    Ma

  2. Que legal. Bom que foi assim, uma boa experiência. Muitas paróquias fazem justamente o contrário, já no curso de noivos afastam o casal de lá. Não é exatamente uma experiência de marketing muito inteligente, rs

    Sei que vou ter de passar por isso e espero que possamos sair de lá melhores do que entramos tb.

    Biejo!

    (PS: viu, vc disse que tava preocupada com grana e lá vem ele mandando um sinal ;))

  3. é a minha tpm que está com todo o vapor hoje.. ou vc transpareceu emoção nesse post de hoje?!?!

    Pois bem acho que juntando essas duas opções esse post foi 1000!!!

    Obs:e cá pra nós… nessa altura do campeonato ser sorteada por qlq coisa q seja é bom demaiiiiiiiiisssssssss né não?!

    bj bj ao casal..

  4. Que lindo seu relato! Perfeita essa parte do post:
    “Foi bastante emocionante fazer a reflexão sobre a nossa vida real, após a cerimônia e a festa. Afinal, todas nós queremos ter o dia de princesa, mas precisamos lembrar que o intuito da coisa vai muito além…” A coisa é muito mais além mesmo,hoje posso dizer isso por experiência própria com apenas meus 3 meses de casada.Como é bom estar casada,foi a melhor e mais importante decisão que tomei na minha vida,apesar dos nossos defeitos, afinal ninguém é perfeito e ninguém é igual a ninguém.É maravilhoso saber que outro te completa e você aprende a ser uma pessoa diferente todos os dias,aprende a ceder, a ser mais paciente.Tenho certeza que será o mesmo com você.Lindo post.
    bjs

  5. Olá Meninas,

    Ise… tenho que concordar com absolutamente tudo que vc escreveu, ter Deus na sua vida vai mto além de se ter de fato uma religião… criada pelos homens.
    Meu curso de noivos foi em novembro e eu também adorei, foi exatamente da forma que vc relatou, ficamos o dia inteiro lá das 08h00 as 18h00, trocando idéias e escutando casais… e olha que nem vamos nos casar na mesma igreja rs… isso mostra que a visão das pessoas estão mudando…
    Porém ja escutei mtas amigas reclamando de outros cursos de noivos que fazem exatamente o contrário do que escutamos e vivemos… uma pena pois o casamento é um momento tão maravilhoso de junção de duas pessoas que se amam recebendo a benção de Deus… mas enfim ainda temos muito o que aprender…

    Fico feliz que vc tenha gostado do seu curso… e agora a cada dia que passa o casamento se aproxima mais… não vejo a hora de dizer…. SIM para o meu amor!

    Bjss a todas

  6. Oie Ise,

    Achei lindo este post!! Me fez chorar tambem, e olha que nem estou de TPM rsrs.

    Concordo em todos sobre o que voce disse a respeito de religiao e fe’, o problema esta’ nos homens. Eu penso muito parecido cm voce, nao acho que frequentar algum lugar e’ q vai determinar minha fe. Meu noivo, digamos que as coisas estao mudando lentamente, mas ele cresceu com a opiniao que religiao era estupidez, fe’ ignorancia e Deus uma grande desculpa para coisas que o homem nao sabe explicar. Pensa no meu karma rsrs. Mas quando ele me pediu em casamento, aceitou se casar na igreja catolica comigo.

    Aqui o curso de noivos dura 9 meses \o/ Imagine meu desespero quando descobri isso… Achei que o noivo ia me mandar casar sozinha rsrsrs Mas ele esta indo a igreja comigo bonitinho e tem mudado a opiniao sobre varias coisas 🙂 (tudo bem que eu ja estava “trabalhando nele” fazia uns dois anos rsrsrs) E acho que esta sendo muito proveitoso, aqui eles debatem ate sobre a administracao financeira da vida de casados, muito bacana, eles tentam clarear um pouco sobre coisas que as vezes os casais nao levam em consideracao no momento do sim, nao apenas sobre religiao! Estou adorando!!
    Bjussss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s