Sabrina – Decorando a Casinha Nova

Voltei!

Faz um tempinho que recebo e-mails pedindo dicas para organizar e decorar o lar das nossas noivinhas. Se tem uma coisa que eu aprendi entre as duas casinhas que eu tive é que o que está maravilhoso na cabeça as vezes não é prático depois.

Pensando nisso, convidei uma amiga querida e amada para ajudar vocês. Nos conhecemos desde a primeira série (abafa a data), já dividimos muitas panelas de brigadeiro e tardes falando de garotos bobos (e lindos). Somos as duas artistas da turma, mas ela escolheu o caminho das construções e está se formando em Arquitetura.

Como ela também é uma mocinha muito ocupada, passará por aqui vez ou outra para dar dicas ou responder dúvidas de vocês.

Então deixo o texto de hoje, feito pela minha querida Paulinha Oliveira, espero que gostem

 

“Em decoração, não sou especialista. Aliás, passo longe. Pra falar a verdade na faculdade nem aula sobre isso especificamente nós temos. Mas adoro coisas de casa. E se a casa é nova então, dá mais vontade ainda de arrumar do jeito que a gente quer. Então, não leve minhas dicas tão a sério, nem como se tivessem o aval de um especialista. São somente opiniões de uma pessoa que quando mudar de novo de casa, vai pintar paredes de cores que até Deus duvida e comprar uma cadeira que ninguém senta, mas que é linda.

Em relação a cores, o básico é: cores quentes são estimulantes e por isso ficam melhores na cozinha e na sala; e cores frias são mais calmas, melhores para os quartos e banheiros. Dependendo do tamanho do espaço, pintar somente uma parede fica muito mais bonito do que pintar o lugar inteiro e causa a ilusão que você quiser causar (alargar, estreitar, aumentar, diminuir). Como sou louca por coisinhas de cozinha, apesar de cozinhar muito pouco (estou trabalhando nisso), vou me focar nelas por hoje.

Particularmente, adoro cozinhas com ilhas. O problema é que precisa ser uma cozinha ENORME para a ilha funcionar do jeito que deve ser. E atualmente, as cozinhas diminuem cada vez mais, tornando-se muitas vezes um corredor. Então, para ficar funcional e prática sem muitas “frescuras” é importante que:

  1. Seu fogão não fique perto da janela, evitando que seu fogo apague sempre que bater aquele vento ou simplesmente demore muito até se conseguir acendê-lo;
  2. Seu fogão e sua geladeira devem ficar separados, se não pela pia, por uma bancada de trabalho, para evitar contanto direto entre o frio e o calor;
  3. Leve em conta todo o processo de limpeza quando for escolher o revestimento mais adequado. Não adianta fazer uma parede cheia de textura se você não consegue limpá-la direito, sem que tenha que passar o dia todo esfregando;
  4. Cozinhas americanas são charmosas para se ganhar espaço quando a cozinha é muito pequena. Mas sempre que projeto uma assim, chegam reclamações de que toda a gordura do cozimento passa para a sala. Então, o balcão que separa cozinha e sala é sempre controverso, dependendo das prioridades de cada um.

E pessoalmente, não gosto de pia virada para parede com uma montanha de armários em cima. Gosto de pia voltada pra janela, pro vento e para a vista. Se for para lavar louça que seja com vista e frescor! E luz, muita luz! Nada melhor do que entrar na cozinha, descalça, para pegar uma maçã (ou um bolo de aniversário) com o sol entrando pela janela. Delícia!


 

Paula de Oliveira

uma quase arquiteta que gosta de cozinhas”.

Anúncios

8 Respostas para “Sabrina – Decorando a Casinha Nova

  1. Concordo com tudinho!! E nossa cozinha foi desenhada assim!!
    Janelona grande em cima da pia, fogão bem longe da geladeira, e o balcão que existia no projeto, virou um enorme móvel q divide a cozinha da sala, mas sem existir parede.

    Amamos nossa cozinha!!

    Beijos!

  2. Amei o post… e a novidade sobre decoração e organização do lar. Não vejo a hora de comprar meu apto e com uma cozinha legal. Sei que será difícil uma cozinha grande, como sempre sonhei, mas também não quero uma minúscula, onde mal cabem 3 pessoas. hahaha

    Meu noivo e eu gostamos muito de cozinhar, então precisamos de algo com espaço para cozinharmos juntos.

    Amo cozinhas americanas, mas acho que é bom para quem não cozinha muito. A cozinha da casa de uma casal de amigos é americana, mas não há problema com fumaça e gordura por eles quase não cozinharem.

    Beijos.

  3. Nossa, amei as cozinhas do post, principalmente a segunda.
    Como no meu caso quem vai cozinhar mais é meu namorado ( temos esse trato há um tempão, ele cozinha, eu lavo) acho que ele vai curtir mais essas coisas do que eu.
    Seja bem vinda Paula!

  4. Eu também tenho esse trato com meu noivo. Ele ama cozinhar e faz isso super bem! Já eu sou péssima na cozinha, mas amo uma organização. Então decidimos inverter os papeis.
    Já sobre a cozinha, confesso que fiquei um pouquinho chateada – mesmo já sabendo como ela seria. Sempre quis aquelas com a tal ilha, mas a nossa é estilo americana mesmo… só com o passa-prato. Optei por deixar o passa-prato ao invés de levantar a parede porque ela é um corredor gordinho, então eu não queria ficar presa lá dentro enquanto os outros estiverem na sala. A grande dúvida agora é a respeito do fogão: Se optamos por um de mesa e compramos um forno para embutir (já que o noivo não abre mão de um forno) ou se compramos esses fogões tradicionais (com o forno embaixo), mas um modelo moderno. Enfim… preciso pesquisar sobre os prós e contras dos dois tipos.
    Beijos! E adorei a nova série sobre casa!

    http://janainafarina.blogspot.com/

  5. Acompanho o NMN há alguns meses, e estou adorando a série sobre decoração de casamentos.
    Mas essa de cozinhas me deixou um pouquinho frustrada. Sou uma futura designer de ambientes (formo no fim do ano), e concordo com algumas das coisas que a Paula falou, mas nem todas estão certas. É possível uma cozinha americana funcionar uma casa em que se cozinha muito, por exemplo. Depende da aparelhagem e do layout. O fogão nem sempre tem que ficar longe da janela, isso é variável… Bom, pelo menos ela reconheceu que essa área não é da arquitetura, coisa que nem todo arquiteto faz. /o/
    Enfim, minha vida anda um caos, o que me impede de propor uma colaboração, mas se ela ou você quiserem trocar uma ideias sobre post futuros…
    (Mas, em resumo, eu vou mais recomendar que se procure um profissional da área, puxar a sardinha pro meu lado. XD)

  6. Camila, minhas “dicas” são de futura arquiteta mesmo. A última intenção disso tudo era ser desrespeitosa com os profissionais da área. E agradeço sua disposição em futuros post, mas devo dizer que a intenção nunca foi montar um post de designer de interiores. São somentes “dicas”, como já disse, que muito tem a ver na verdade, com arquitetura.
    E claro, sempre é bom e super recomendável procurar por quem entende mesmo do que está falando e fazendo. Eu, da arquitetura, que o diga.

    Porém, continuo acreditando que fogão perto da janela é ruim (por experiência própria).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s