Análises iniciais: primeiros dias de vida real e o papel da assessoria na cerimônia.

Olá meninas! E meninos (andei recebendo reclamações! hahahaha)!

O título desse post está com cara de tese acadêmica, hein?

Primeiramente, quero pedir desculpas pelo sumiço DE NOVO. Mas preciso contar a verdade para vocês: ser recém-casada é surreal. Especialmente se você, como eu, nunca cuidou de verdade de uma casa. Eu já morei sozinha, viajei bastante…e mesmo assim, não adianta. Não é coordenar uma casa, é MONTAR uma casa. E aí fazer tudo-ao-mesmo-tempo-agora: montar a casa, cuidar da casa, ver as coisas do casamento, da lua de mel, manter contato com todo mundo… E ainda ser uma esposa linda, cheirosa, arrumada e bem-humorada.

É surreal: eu fico HORAS arrumando, limpando e organizando e… tudo continua igual! hahahahaha

Ainda bem que amanhã vem a Gi! E mais uma ótima indicação que eu recebi via noivinhas do blog… ai, ai…esse bichinho aqui é meu xodó!

Fora o primeiro dia da Gi tentando colocar ordem e progresso no meu lar, virá também o cara da sidlar montar a minha sala (finalmente!!!) e eu e o Gustavo TEMOS de liberar o escritório dos presentes e terminar de guardar as coisas. E ele ainda vai instalar a TV e o home theater no nosso novo rack…

Gente, não é mole. Quase não conseguimos curtir nossa casinha aí. Digo quase porque ontem cozinhamos juntos e porque hoje passamos a manhã no sofá vendo TV e mexendo na net.

No meio de tudo isso, eu peguei uma gripe que me derrubou 3 dias…e juntou essa gripe com a TPM mais forte dos últimos anos. Eu achei que meu casamento não daria certo porque o Gustavo jogou a caixa do aspirador de pó no lixo! hahahaha

TPM não me deixa ver luz em fim de túnel nenhum. Mas já me resolvi: anotei os dias de TPM no calendário para o Gu saber quando eu estou louca por culpa dos hormônios! hahahahahaha Sugiro o mesmo. Não adianta: eles não percebem! A amiga vermelha aparece e voilà…o mau-humor vai embora. É quase mágico. Eu me pergunto se é tão difícil assim de perceber a diferença entre as mulheres apaixonadas e carinhosas que somos e as loucas psicopatas em que nos tornamos 4 dias por mês.

Meu marido aparentemente já assumiu que eu sou mala e ponto! hahahaha Bom saber que ele me ama mesmo assim. Ou que não casou enganado! hahahaha

Bom, explicações demais….Vamos é falar do casamento que está todo mundo esperando. Nunca recebi tantos e-mails com perguntas na minha vida. Comecei a pedir os telefones e ligar para responder às perguntas…rs

FUNDAMENTALMENTE FUNDAMENTAL

Eu continuo batendo na tecla – e agora por experiência própria e análise da situação por inteiro: ASSESSORIA É FUNDAMENTAL.

Não, não é só para quem não tem tempo. Não, não é só para quem quer economizar nas negociações. Não, não é só para ser chique.

Acho que todo bom observador (e mulher, em geral, é naturalmente detalhista) consegue ver claramente se a festa é “profissional” ou não. E tem ocasiões em que uma festa não-profissional está fora de cogitação. Casamento é uma delas. Casamento é a maior delas.

Tudo que puder dar errado vai dar. É um evento muito grande, que foge de controle. Independe de você. Na verdade, é você quem depende de todo o resto… todos os fornecedores precisam “conversar” entre si. O cronograma do DJ, depende do buffet, que depende das fotos e assim por diante. O casamento é único para você, mas é só mais um para os outros convidados (sorry noivas que acham que seu casamento é o evento do século…), o que faz com que muitos deles não contribuam para que as coisas saim como planejadas. Muita gente vai ser sem noção a ponto de dizer/fazer coisas sem noção na sua festa (ah, seu eu pudesse contar tudo sem ter problemas diplomáticos…), muita gente vai confirmar presença e nem dar sinal de vida, muita gente não vai confirmar e aparecer com os parentes que estão na cidade justamente naquele final de semana… enfim… pelo menos na casa da noiva, a semana que antecede ao casamento é de puro inferno. E o dia do casamento, mais ainda. Resolvemos pagar fortunas para que entregassem o máximo de coisas que desse e mesmo assim meu pai ficou na rua das 9 às 15 no dia do casamento, de um lado para o outro, buscando coisas, levando coisas, ajudando nos transportes do pessoal de fora, etc.

Toda a ajuda que você puder ter é muito bem-vinda. E se é uma correria para quem tem todo o respaldo da assessoria, imagino para quem não tem.

Outra coisa: no dia da noiva, eu só fiquei tranquila nas minhas massagens (até dormi!!!!), na minha jacuzzi etc porque eu sabia que a TOP conhecia cada detalhe do meu planejamento e que a minha mãe tinha os celulares de todas elas. Além do pai do Gustavo, os padrinhos. E não é só a questão da assessoria do dia – que é importantíssima sim. Mas é a questão que a assessoria do dia da TOP estava baseada em mais de um ano de convivência e planejamento. A Gabi e a Karina especialmente sabiam dos meus gostos, das minhas prioridades, da cara que eu queria que a festa tivesse. Mais do que isso: elas conheciam o Gustavo, as prioridades e as expectivas dele…e até o perfil dele, podendo assessorá-lo enquanto eu não estivesse por perto. São informações que você apresenta na convivência, naturalmente. Não importa se você vai ter 3 ou 10 reuniões com a assessoria do dia: NADA SUBSTITUI ISSO.

Era como ter amigas (e é assim mesmo, no final das contas!), cuidando de mim, do Gustavo, da nossa festa, do nosso momento. E todas as nossas expectativas foram passadas ao resto da equipe. Todo mundo sabia que a gente queria uma festa sem frescuras: convidados servidos com pratos nas mesas no momento da sua chegada ao buffet, ilhas disponíveis, bebida farta, nada de esperar a gente chegar das fotos para começar a servir ou abrir o bar! E nada de esperar a gente terminar de cumprimentar todo mundo para abrir o jantar. Nem ligo se não vou ter foto segurando o prato na frente da comida…mas que meus convidados possam DE FATO ficar a vontade independente da nossa rotina!

Era fácil ficar tranquila porque eu sabia que elas saberiam exatamente qual decisão EU TOMARIA com cada pequena coisa que aparecesse no dia. E de fato TOMARAM.

A decoração estava cheia de detalhes que eu havia mencionado durante todo o ano. Elas lembraram e cuidaram de tudo. No final das contas, ficou ainda mais bonito do que como eu imaginava!!!!!

-E por isso que eu bato e bato e bato na tecla da empatia.. não adianta contratar uma assessoria com a qual não rola aquele feeling. É muito tempo de convivência e é muita confiança em jogo! –

Em termos práticos, nem preciso dizer porque a assessoria do dia é tão importante quanto a música da festa: ficamos em puro êxtase. Acho que eu e o Gustavo nem sabíamos nossos nomes direito. Estávamos nas nuvens, pra lá de bagdad. Depois até demos risadas e percebemos que dissemos coisas que não deveríamos ter dito, demos respostas à coisas importanres que não deveríamos ter dado…mas poxa…não estávamos em nós! Ninguém deveria nos procurar para decidir coisas importantes nesse dia, não? rs Por isso tudo, a Jéssica era praticamente nossa sombra. Eu já havia dito que fazia questão de cumprimentar todos os presentes na mesa. É pessoal: acho educado. Ninguém consegue falar com a noiva no dia do casamento. E a pessoa pensou com carinho em você, se arrumou, comprou um presente, se deslocou…ela merece um “muito obrigada por ter vindo!”. Eu, pessoalmente, acho microfone o fim da picada.

Agora mais ainda: sei que se não for assim, você VAI passar sua festa sem nem ver quem estava lá. VAI ficar sem dar uma palavrinha para MUITA gente. Vai perder chances de foto que nunca mais vai ter de novo, com pessoas que vieram de longe, ou que você não vê há anos..ou ainda que nunca se reunem em grupos completos!

O interesse em passar cumprimentando é muito mais do noivo do que dos convidados.

Já ouvi noivas dizendo que iam agradecer no microfone para “aproveitar” a festa.

Defina “aproveitar a festa”. É comer? Eu comi. É dançar? Eu dancei. Eu acho que aproveitar a festa é ver a felicidade de um monte de gente que gosta de mim feliz porque eu estou feliz. Não consigo pensar em aproveitar a festa sozinha.

Eu aproveitei a festa!

De uma maneira diferente do que imaginei que seria, mas com certeza aproveitei. Curti com o Gustavo, falei com todo mundo (mesmo que pouco), sentei para comer (hahahaha gordinha italiana!!!!), dancei Ilariê, assisti à retrospectiva com a minha afilhadinha no colo, tirei fotos (3 mil…?!), me descabelei e parecia UMA DOIDA quando fui embora. Não consegui levar as dicas de como abraçar as pessoas sem desmanchar o cabelo da Jéssica (da TOP) porque eu sou italiana e passional: saía correndo e agarrava todo mundo. Meus cachos não duraram dois abraços! hahahahaha Mas sem a Jéssica, eu com certeza não teria cumprido o cronograma, não teria feito nada do que eu queria fazer, teria perdido mil fotos, não teria tido tempo de comer, não teria jogado o buquê, não teria lembrado do presente dos padrinhos, não teria colocado sapatilha qdo começou a doer o pé, não teria nem lembrado que o Gustavo ia jogar o Whisky! rs

Alguém atrás de você te oferecendo água (a gente esquece de beber), comida e dizendo “agora é hora disso” é FUNDAMENTAL.

Porque para dançar sozinha você vai para a balada. O dia do casamento é todo feito de outras prioridades…

E quanto mais eu vejo as fotos, mais eu amo a TOP. E quanto mais eu vejo que passou o casamento e elas continuam me ajudando, mais eu espero que toda noiva possa ter uma equipe como a que eu tive nos preparativos, na festa e os sorrisos que eu tive enquanto me ajudavam a descer do carro.

Eu estava tranquila sim. Mas não foi por acaso. Eu tive TUDO da TOP e mais um pouco. Eu tive muito mais do que prestação de serviço, eu tive uma equipe INTEIRA de amigos CUIDANDO do meu sonho.

E eu já disse aqui: a gente passa tão pouco tempo na nossa vida ocupados em fazer sonhos virarem realidade… qdo a gente coloca a mão na massa tem que fazer direito…rs Não dá para realizar sonho pela metade.

Não dá para ser feliz sem sonhos realizados.

Eu me casei com uma festa muito mais linda do que eu podia sonhar quando era criança. E sem dúvida eu tenho que agradecer infinitamente ao Gustavo, que fez do meu sonho o dele…os meus pais, que fizeram o que dava e o que não dava para me ajudar…e a TOP, porque pegou tudo o que a gente imaginou e fez virar real dentro daquele salão.

Não se enganem…assessoria NÃO É GASTO. É investimento. Financeiro, primeiramente: Tínhamos 230 pessoas confirmadas 1 semana antes do casamento para uma festa paga de 150. Queríamos pagar 250 pessoas. As meninas riram e juraram de pé juntos que não. 180 pessoas seriam suficientes.

178 pessoas compareceram.

A gente só casa uma vez. Uma boa assessoria casa toda semana. Mais de uma vez. Como eu disse, aceitar que nosso casamento não é o primeiro nem o último do mundo ajuda….rs

Isso sem nem falar das negociações e preços. A gente literalmente ria dos casais que vinham empolgadíssimos contar das “façanhas” que tinham conseguido durante as negociações… A assessoria é sempre o melhor cliente do seu fornecedor.

Contar com fornecedor de confiança também é economizar: mancadas custam. Como eu disse, a gente só casa uma vez.

Psicológico: É consultoria 24 horas por dia. Para o funcionamento da festa. A etiqueta. O relacionamento. O como fazer. A mão na massa. As indicações (uma assessora que te conhece bem vai saber melhor do que você o que você quer… TOP acertou em cheio qdo me sugeriu um spa ao invés de um salão para o dia da noiva, por exemplo!). Escrevi infinitos e-mails gigantes durante todo o processo de organização do casamento, que tem picos de estresse inegáveis… não é só A FESTA de casamento que você está organizando…é toda uma vida nova!

É saber que tudo vai dar certo. E isso não tem preço…

Às meninas da TOP, meu beijo especial e meu agradecimento eterno.

Conforme eu for detalhando todos os ítens da festa, vocês vão perceber (se ainda não perceberam) porque todo mundo que conhece ama a TOP.

Meus convidados foram só elogios à assessoria…até os que tiveram suas fotos impedidas pelo cronograma! hahahaha

Beijos e boa noite,

@ise_pregnolatto (continuo postando mais no twitter do que no blog esses dias…)

tvpregnolatto@gmail.com

Anúncios

4 Respostas para “Análises iniciais: primeiros dias de vida real e o papel da assessoria na cerimônia.

  1. Contudo que já li aqui sobre assessoria… concordo plenamente com o assessoria NÃO É GASTO. É investimento.!!

    e claro que já fui atrás da minha… q já está me ajudando e mt!!!

    Ise, essas confirmações foram feitas td pelo seu site? as confirmações do site t ajudaram?
    Ou vcs ligaram mais chegando prox do casório?

    Bjo

  2. Realmente funcionou tudo direitinho, sem improvisos..tudo perfeito !

    Amei as fotinhas !!! =)

  3. Ise,
    em primeiro lugar queria te falar que foi uma prazer enorme fazer parte desse momento tão especial de vocês, fizemos sim com muito amor e carinho cada detalhe do seu dia.
    Nossa relação virou uma amizade e isso é um dos fatores mais importante para mim.
    Já estamos com saudades.
    E mais uma vezes, parabéns pelo POST…. lindo lindo lindo!
    Gabi – TOP

  4. Nunca pensei em todos os procedimentos. Nunca pensei em quem organiza o cortejo, ajuda a noiva. Nunca pensei em nada disso, foi só depois de ler o seu blog é que entendi o funcionamento da coisa. Graças a isso tenho uma cerimonialista tipo fada, nem orçamento eu faço mais, pensa! É tudo o que eu queria. Logo na primeira reunião já estávamos fazendo estimativa de custos, tendo ideias e alternativas e eu nem tinha fechado com ela ainda! É uma bênção na minha vida! Assessoria não é gasto, é investimento – penso nisso todos os dias! E espero, de fé, que eu tenha escolhido a pessoa certa. O fato é que tudo é muito recente, fechamos com ela há apenas um mês – mas tempo para testes é o que não falta, afinal, marcamos o casamento para 15/09/12.

    PS: Ise, sábado vou fechar a foto! O sonho está nascendo. =D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s